Sarah Jaffe - Clementine



Ólöf Arnalds


Ólöf Arnalds - Surrender (Official Video) from One Little Indian Records on Vimeo.




TAME IMPALA- Feels Like We Only Go Backwards from Becky & Joe on Vimeo.

workless monday

Gostei muito do filme! Fazia um bom tempo que não assistia algo assim, mais humano. Dá a impressão que não existem atores, que são amigos e resolveram nos convidar para dentro de suas casas, comemorações e vidas. Recomendo! Está na seleção de filmes do Netflix!



O circo

Parece uma entrada para um novo mundo. Um mundo colorido, cheio de alegria, purpurinas, tutus, argolas, panos, penas,... Tudo que acontece ali no palco, no foco da fina luz, nos leva para dentro de um espetáculo de emoções, loucuras, beleza e força.
A nossa imaginação é ativada para ver o amor em um movimento, a perda em um olhar e sabores em uma mesa vazia.
A força é essencial para transmitir a leveza a cada instante.
Poucas palavras dizem muito e suas expressões dizem tudo.


respeitável público













Hoje estou muito triste, pois uma pessoa muito querida não está bem e não há nada que eu possa fazer a não ser pensar nela. Meus pais ficam dizendo para eu me preparar, mas não faço idéia de como fazer isso.

11/05
Quando foi que a vida se transformou em uma estação lotada e de trens que partem no mesmo horário com destinos tão diferentes? Gostaria de ver se existe um mundo fora daquela estação, mas minhas malas estão tão pesadas que não consigo ir muito longe. Carrego muito mais do que posso,  com medo de não ter nada. Carrego coisas que não sinto falta, por medo de um dia sentir. Além disso carrego a culpa de não ser verdadeira pra mim e de não conseguir ser perfeita pra você.

Acordo em um mundo sem lógica, mas sinto sua presença e por isso não tenho medo. 
Nada é o que parece ser e isso me atormenta. 
E se você não for o que eu vejo?




pieces of life


The pleasure of from Vitùc on Vimeo.

Em uma noite, enquanto dirigia de volta para São Paulo, fui entretida com minha amiga Léks e nossos profundos papos sobre a vida. Adoro essas conversas onde não precisamos esconder nossas falhas,  culpas, medos, tristezas e mágoas. Tenho várias dessas conversas com a Leléka. Sou a mais velha entre nós duas e mesmo assim sinto que ainda tenho muito o que aprender com ela. Eu posso ajudar ela a entender que não é bom se comparar com os outros e que mesmo com vidas diferentes não somos tão diferentes por dentro. Somos todos inseguros e sentimos que estamos sozinhos com nossos medos. Foi divertido ver a sua expressão de surpresa ao perceber que eu também tenho ou já tive as mesmas inseguranças que ela. E por que eu não teria? rsrs.. Tudo é assustador e é o que faz a vida ser tão intensa.

Um dia desabafei que eu não estava bem, que a minha vida estava cinza. Que eu estava sobrevivendo a cada dia e não vivendo cada dia. Foi ela que abriu meus olhos para o que eu estava perdendo. Eu estava me perdendo para os outros terem espaço. Eu cedi tanto que cheguei a esquecer do que me fazia feliz. 
Dessa vez fui eu que me surpreendi em saber que somos parecidas nisso. Que temos o hábito de nos defazer logo de nossos planos mais desejados se outra pessoa interferir. Claro que muitas vezes podemos abrir mão de nossas vontades para estar perto e dar atenção ao outro. Mas precisamos ter o bom senso de saber pesar essas necessidades para não perder a nossa vida na vida dos outros.

O interessante é que eu não sabia do que eu sabia até a Leléka precisar saber. E ela não sabia do que ela sabia até eu precisar saber. Ou seja, nunca nos lembramos do que sabemos quando nós mesmos estamos precisando. Sempre precisamos de outro para dizer, mesmo se for algo já sabido. rs..

Entendeu porque não somos tão diferentes?!

fotos by Leléka

 






 







eu confesso pra vc . . .

. . . que aqui não tenho muito o que dizer. que guardo minhas palavras em outro lugar. em um lugar sem leitores e só meu para escrever.

PhD Photo Dress



PhD Photo Dress é a primeira galeria de arte para vestir do mundo. Vestidos e Camisetas transformam-se em suporte para a arte e a fotografia contemporânea, pois acreditamos que o corpo é o meio para levar a arte à rua. Chega de obras na parede e do protetor de tela do computador. 

Be smart and wear art. 












is in this sign